segunda-feira, 2 de abril de 2012

Segunda-feira. Quando o despertador tocou iniciei uma guerra constante com o travesseiro e, após breves instantes, a magicar uma desculpa para ficar a dormir e não vir ao escritório, levantei-me e fiz-me à vida. Calmamente, quando saí à rua, pensei: "Lisboa está vazia!".
E como até tinha saído mais cedo de casa, sem grandes atrasados, fui nas calmas, apanhei o autocarro sem demoras. Eis que a meio do trajecto, uma fila infernal, sem razão aparente, faz-me ficar parada, no trânsito, durante quase 15  minutos. Como é óbvio, cheguei atrasada. É o que dá falar antes do tempo. Rrrrr...


C, *

Sem comentários:

Publicar um comentário